domingo, 21 de maio de 2017

"HAVERÁ ALGUÉM QUE NÃO SEJA  CORRUPTO NO BRASIL."



“Haverá alguém que não seja corrupto no Brasil”. Esta é uma expressão que nos últimos dias tenho ouvido com muita frequência, a propósito da suposta – diria mais que suposta – “golpada” não à Dilma, mas aos reais, por parte de Michel Temer. 

Ainda podia ser uma frase dita na forma interrogativa. Mas não o é. É conceito geral e já enraizado no senso comum português e europeu, que os políticos brasileiros são todos corruptos.

De facto com a implosão do “Lava Jato”, parece não existir na “parede politica” brasileira, das prefeituras à presidência, um só “tijolo”, que não tenha sido contaminado, com esta e outras formas de fazer dinheiro ou receber benesses, a custo do erário público. Por outras palavras, a custo das dificuldades e do suor do “povão” brasileiro. 

Não importa que uma boa parte do povo viva na miséria ou na quase miséria total. Não importa que o povo sinta “na carne” o problema da insegurança, que avassala o país, entre muitas outras situações. O que importa a estes “engomados” é somente a promessa de trazer o “povo no coração”, para encontrar a ocasião, “de poder encher o bolsão.”

Naturalmente que generalizar não é a atitude assertiva. E é profundamente injusta. Porém, em perfeito abono da verdade, os políticos brasileiros, tudo têm feito para que o mundo, considere que no Brasil, não existem políticos que não sejam corruptos.

Obviamente e infelizmente todos os epítetos que se colam a um país, têm consequências para todos os cidadãos. 

A grande maioria do povo brasileiro, não merece a classe política que tem. Merece do mundo o respeito e carinho. Está nas mãos de todos os brasileiros inverter o rumo e colocar o Brasil, no lugar que o Brasil, merece entre as nações.

domingo, 14 de maio de 2017

FINALMENTE, PORTUGAL - Eurovision

 PORTUGAL, um pequeno país, uma GRANDE, GRANDE NAÇÃO.



UM SÍMBOLO


Hoje, este Símbolo diz tudo. Não precisa de mais texto.

domingo, 7 de maio de 2017

O Despontar de um valor na "Arte de Desenhar com Luz"
Foto: João Xarope

Há cerca de dois anos, no âmbito da minha actividade profissional e no auxílio da realização de um exercício de Composição Visual a um jovem, verifiquei de que dispunha de condições intrínsecas para a Fotografia. Tutoreei o exercício que estava a realizar, mostrando-lhe que as fotografias que tirou permitiam criar uma Composição Visual que superava o que se exigia. 


Notei que ficou perplexo por alguém lhe ter dito que tinha fotografias de qualidade. Com o tempo fui-lhe transmitindo confiança. Os meus colegas também.

O tempo passou. Apurou o saber e a técnica.  

Hoje, é sem dúvida o Despontar de um valor na “ Arte de Desenhar com Luz”.

Tem tudo para ir longe, desde que consiga gerir todos os entraves que a vida nesta área lhe irá colocar e consiga sempre ter a determinação para continuar o seu percurso, a cada “bater de porta.” 

Ficam os Links, para seguirem o seu trabalho.


 

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Trabalho é Vida / 1º de Maio
Foto: Samuel Patrocínio



Hoje comemorou-se mais um “Dia do Trabalhador”, Não me vou reportar aos factos históricos que estiveram na sua origem. 

Das coisas mais honradas que o Homem pode fazer é o Trabalho. O Trabalho é Vida.  

Enquanto trabalhador, prezo sobremaneira este dia. Penso em todos os homens e mulheres que deram a sua vida, para que pelos menos num dia por ano, o Trabalho, A Vida seja objecto de Reflexão.

O Problema é mesmo esse. Objecto de Reflexão. 

Sinto que o Dia do Trabalhador se tornou num dia para “botar” discursos, dar música ao povo, e pouco mais do que isso. E esta forma de comemoração, parece agradar a todos.

A mim não. 

Repito, o Trabalho é Vida. O rendimento do Trabalho, melhor, da Vida, deve ser dividida por todos. Não de forma igualitária, mas de acordo com o esforço de cada um.

Porque razão, cada vez mais em Portugal existem discrepâncias salariais imorais. Ou seja, porque razão uns terão direito a mais Vida do que outros. E, aqueles que nem o direito ao Trabalho, à Vida, lhes foi facultada.

Para mim não basta um simples aumento do salário mínimo, ou outras medidas avulsas, gritadas num 1º de Maio.

Para mim, o Dia do Trabalhador deveria ser um dia para reflectir-mos porque razão, não existe uma doutrina mais correcta na distribuição de rendimentos de forma justa, neste meu país, Portugal, como acontece na Noruega, Suécia, Dinamarca, entres outros.  

Um Dia para Reflectir e Tomar Acção. Acção para uma sociedade mais justa. Acção para que todos aqueles que se esforçam todos os dias, e de si dão o seu melhor tenham direito a mais Vida. 
À Vida, que outros ao arrepio da justificação, de vivermos em democracia e leis de livre iniciativa (democracia e livre iniciativa de que não descordo na generalidade, mas sim na especialidade), se arrogam no direito de criarem leis e se pagarem e fazerem pagar aos seus correligionários, com salários imorais que nunca chegam para consolar as suas insaciáveis mentes ambiciosas e predadoras, entre muitas outras especialidades que tão bem sabem fazer.

Infelizmente não precisamos de reflectir muito porque todos nós sabemos onde se encontram todos os óbices à justa e digna partilha dos “rendimentos”, ou seja à justa e digna partilha de Vida.

Mas assim não é.